+

31 janeiro 2006

Ciência ou Negócio?

Não sei se já viram esta notícia, mas de qualquer maneira é só mais um de muitos casos que têm surgido nos últimos tempos...
Acho que o que se pode concluir daqui é que aquilo que já esperávamos está a acontecer... Ao tratarem a ciência cada vez mais como um negócio, com a exigência de "produtividade" e "resultados competitivos", com os financiamentos aos laboratórios e centros de investigação a dependerem cada vez mais do número de artigos e da sua suposta "eficiência", acho que não se podia esperar outra coisa.
Se já sentimos isso num país pequeno e numa área como a física, imaginem a pressão para as pessoas que trabalham numa área competitiva como a genética e em laboratórios de topo, que têm um estatuto a manter.
Agora resta saber quanto tempo demorarão os políticos e os economistas a perceber isto. Esperemos que seja antes de acabarem com o que resta da beleza da ciência...


Verborreado por Alexandre Lindote às 16:21 |




And the Winner probably is...

Aqui estão os nomeados para este grande evento filmográfico que são os Oscares, esse evento nada parcial, comercial, e superficial, mas que pronto, é tradição... Como a Academia já nos habituou, entre Spielbergs e Gays não há novidades...

As minhas preferências que não são apostas (nunca ganho!!) são:

Melhor actor:
Joaquin Phoenix

Melhor actriz:
Judi Dench

Melhor actor secundário:
William Hurt

Melhor actriz secundária:
Rachel Weisz

Melhor Banda Sonora:
The Constant Gardener

Melhor animação:
Tim Burton's Corpse Bride

Melhor filme:
Crash

Melhor argumento Original:
Crash

Melhor argumento Adaptado:
The Constant Gardener

Os outros não há pachorra sequer para preferir... Que ganhe o que oferecer melhores prendas ao Júri!!


Verborreado por Olivia_palito às 15:24 |




Posta cinematográfica

Sem dúvida para mim este foi o primeiro grande filme do ano, o último grande filme do ano passado (já o tencionava ver desde que foi anunciado, em Novembro). O Fiel Jardineiro, apesar de eu preferir a tradução literal do título em Inglês, o Jardineiro Constante. Pois é disso mesmo que trata o filme: o pacato diplomata britânico (Ralph Fiennes) permanece constante quando o avisam do brutal assassínio da sua jovem esposa (Rachel Weisz), permanece constante enquanto se envolve nos meandros obscuros de potências acima da vida humana para deslindar a história... permanece constante como as planícies de Africa, uma África brilhantemente retratada por Fernando Meireles (brasileiro, realizador da Cidade de Deus). E sobretudo permanece constante no Amor pela sua mulher. Até ao fim. Constante, ele também.

Só em Março o poderão alugar, já saiu de todos os cinemas, mas por favor façam-no. Nem que seja para verem como um brasileiro tipo Tarantino consegue pegar em África e não fazer daquilo mais uma Favela, ao contrário das previsões. A ver. E a meu ver, a comprar.


Verborreado por Olivia_palito às 12:19 |




30 janeiro 2006

A minha primeira vez

Pois é meus amigos...

Esta foi a minha primeira vez...

Foi a minha primeira digitalização efectuada com a minha nova impressora multi-funções. Para tal, escolhi dois postais da Sardenha. Espero que gostem.



Verborreado por alphace às 23:04 |




27 janeiro 2006

Lindo, lindo !!!

Já viram a frase do dia de hoje no site do Público?

"Claro que, por princípio, as eleições são boas, e no caso em concreto até já foram validadas. Mas o que fazer quando ganham os maus?"

George W. Bush, sobre a vitória do Hamas nas eleições palestinianas, 26-01-2006



Verborreado por alphace às 15:10 |




Comunicado da Direcção

Aos vinte e sete de Janeiro do ano da Graça do Nosso Senhor dois mil e seis, a direcção, após prolongada reunião, tomou as seguintes deliberações, que têm em vista manter a (pouca) dinâmica do blog:

  1. Todos os membros têm de prestar uma prova de vida. Isto implica fazer um post nos próximos 15 dias, a contar da data desta comunicação, sob pena de passarem para uma nova lista composta por ex-membros do blog.

  2. A partir do prazo referido no ponto anterior, os membros sobreviventes terão, caso queiram manter essa condição, de afixar posts regularmente com uma frequência mínima de 1 post por mês.

  3. Tal como até aqui, a entrada de novos membros (ou re-entrada de excluídos) far-se-á mediante votação pelos membros efectivos à data do excrutínio. Caso seja aceite, o novo (velho) membro terá de fazer o seu primeiro post no prazo máximo de uma semana a contar da data de publicação dos resultados do referendo.


A direcção desta fantochada,

Alexandre Lindote (Presidente)
Filipe Veloso (Vice)


Verborreado por Alexandre Lindote às 14:07 |




26 janeiro 2006

Sopa de peixe...

Leiam até ao fim, está delicioso:
As cenas de sexo em José Rodrigues dos Santos (e não só...)


Verborreado por electrofracote às 15:47 |




25 janeiro 2006

Deep ASCII

Intro
In June 1972 two cardinal events took place that have triggered a couple of the most important industries of today.

In an obscure xxx theatre at Times Square "Deep Throat" was shown for the first time, and have become one of the films with the biggest income in the history of moving images - over 600 million $ by some estimates. It's influence remaines unparalelled, and it's premiere projection is considered as the moment of birth of porno movie industry.

At a bar in California the first Pong arcade was installed, thus bringing the computer games from the unaccessible mainframe supercomputing centers to the masses. This coin operated game have soon turned into a true explosion of popularity and is first in the evolution tree of the gaming industry that is making more money than the film industry in US.

The deep simetry of these two events that have started two dominant contents industries in contemporary culture of media and the net, and also the fascinating time coincidence were reasons enough to combine them in a single art project.

The Project
The Deep ASCII project consists of a gallery installation of a Pong Arcade running a continuous loop of the ASCII version of Deep Throat - as simple as that.

O texto foi retirado daqui e o filme está aqui.


Verborreado por electrofracote às 19:05 |




24 janeiro 2006

Quem quer deixar de ser bolseiro?

O Instituto Politecnico de Lisboa abriu uma vaga para professor adjunto:

Instituição: Instituto Politécnico de Lisboa – Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Área: Física
Edital publicado em: 2006/01/12 com o nº 25/2006 e indicação de aberto por "30 dias úteis"
Diário da República: II Série nº 9, Pág. 541


Verborreado por electrofracote às 14:09 |




23 janeiro 2006

Muito bem

Muito bem, Sr Portuga, muito bem... começamos a achar piada a isto de "penalizar o governo", começamos a achar piada a esta treta de rotatividade, ora vences tu ora venço eu, entre o PS e PSD... Muito bem, Sr Portuga, de memória curta e completo autismo politico...

Pois muito bem, Sr Portuga, agora aguente-se à bronca... agora nos próximos 5 anos não se queixe, e se gostar bastante de sofrer, faça dos 5, 10 anos... Está de parabéns, o Sr Portuga... está de parabéns e tenho cada vez mais vontade de me ir embora deste país...


Verborreado por Olivia_palito às 09:18 |




22 janeiro 2006

Se...

Se uma boa parte de quem votou em branco, tivesse votado contra o cavaco, tinha havido segunda volta. Se eu fosse espanhol, cavaco já não poderia dizer que é meu presidente.


Verborreado por nuno às 22:07 |




Boa Noite



A acreditar nas projecções, temos cavaco (assim mesmo, com minúscula) para o século XXI. Caso não haja uma surpresa, espera-nos uma longa e fria noite. Aguentem-se e vamos à luta.


Verborreado por nuno às 20:06 |




20 janeiro 2006

Hoje é dia de apelo



Aos que têm memória do que foi o cavaquismo eu apelo: votem como entenderem, mas contribuam para que o Anibal não chegue a presidente. E lembrem-se: nas presidenciais os votos em branco (e obviamente os nulos) não são considerados validamente expressos, pelo que não contribuem para impedir a vitória do referido algarvio na primeira volta. Vá de retro, Cavaco!


Verborreado por nuno às 14:31 |




Amanhã é dia de reflexão

Para os que ainda não se deram ao trabalho e para os que querem reflectir sobre quem deverá ser o próximo inquilino do Palácio de Belém:

Aníbal António Cavaco Silva - http://www.cavacosilva.pt

Francisco Anacleto Louçã - http://www.franciscopresidente.net

António Pestana Garcia Pereira - http://www.garciapereira-presidenciais2006.net

Jerónimo Carvalho de Sousa - http://www.jeronimodesousa.org

Manuel Alegre de Melo Duarte - http://www.manuelalegre.com

Mário Alberto Nobre Lopes Soares - http://www.mariosoares.net

N.B.:

reflexão
do Lat. reflexione
s. f.,
acto ou efeito de reflectir;
retorno do pensamento sobre si mesmo, com vista a examinar mais profundamente uma ideia, uma situação, um problema;
meditação;
tino;
ponderação;
prudência;


Verborreado por electrofracote às 11:19 |




19 janeiro 2006

Plano Tecnológico?

Será que o tão falado plano tecnológico começa finalmente a dar (alguns) frutos?
Isto são óptimas noticias, principalmente tendo em consideração os empregos para doutorados, coisa que sabemos não abundar neste país...
E pelo que ouvi dizer (por outra fonte), o centro de investigação vai ser aqui mesmo ao lado, em Montemor-o-Velho! Querem melhor? :)


Verborreado por Alexandre Lindote às 11:38 |




18 janeiro 2006

As magníficas propinas (ou as propinas, segundo o magnífico)

Numa entrevista ao DN o reitor da Universidade de Coimbra, Seabra Santos, declara que o acesso a um bem público como é a educação a nível superior, deve ser mediado através daquilo a que tenho chamado uma taxa moderadora. Confesso que este tipo de opinião me surpreende. O que é que pretendemos moderar? É o acesso ao ensino superior? Lembro-me da discussão da saúde: o Estado providencia acesso ao Sistema Nacional de Saúde, mas impõe uma taxa moderadora. Saúde e educação sim, mas não abusemos!...

Mas as revelações de Seabra Santos não ficam por aqui. Ficamos a saber que o reitor que não descansou enquanto não conseguiu que o Senado Universitário fixasse as propinas em Coimbra no valor máximo permitido por lei, discorda, no entanto, do elevado valor a que [as propinas] chegaram. Curioso...

E ficamos também a saber outras coisas: considera o reitor que a percentagem dessa taxa devia ser de 10 por cento do valor do respectivo curso. Suponho eu que Medicina veria as suas propinas aumentadas, ao passo que os cursos de Letras teriam uma diminuição. Parece-me bem: os filhos dos ricos que vão para Médicos. Os outros... bem... podem sempre ir estudar sonetos...

Em relação ao estrangulamento financeiro das Universidades, não li uma única palavra. Bem como não vi nada referente à história do relacionamento do financiamento estatal com as propinas: de cada vez que as propinas foram aumentadas, o Estado financiou menos a Universidade. Resultado: os problemas financeiros da Universidade mantiveram-se e os alunos passaram a pagar mais.

Opiniões à parte, fiquei triste. Como é que a geração do 25 de Abril pode ter mudado tanto? Ou será que não mudou?...


[Post conjunto g17/Especialista em Generalidades]


Verborreado por nuno às 10:06 |




17 janeiro 2006

Consultório Sentimental 2

Recebemos do nosso leitor Heldeberto Pires, de Massamá, o seguinte
pedido de ajuda:


Quando a minha filhota tinha 9 anitos e lhe perguntavam o que queria ser
quando fosse mais velha, ela respondia que queria ser artista
pornográfica. Não sei onde ela foi buscar estas ideias (à minha
colecção de vídeos não deve ter sido, pois está trancada no armário da
sala), mas o que é certo é que ela agora tem 18 anos e parece ter jeito
para a coisa. Apanhei-a, sem ela se ter apercebido, no quarto com uns
amigos e, ai Jesus, se não fosse minha filha...

Bem, o que devo fazer?


E então, o que é que o pai babado deve fazer?


Verborreado por electrofracote às 18:02 |




Os candidatos são todos iguais...

...mas há uns mais iguais do que outros




(e o Garcia Pereira nem aparece)


Verborreado por nuno às 14:56 |




16 janeiro 2006

Já foi (e dizem que foi bem bom!)



Verborreado por nuno às 15:53 |




11 janeiro 2006

É já amanhã...



Verborreado por nuno às 09:38 |




09 janeiro 2006

Então, mas isto não morreu?

Pois, parece que não... então enquanto nem o pai morre, nem a gente almoça, fiquem com o Jesus ensaia outras figuras de estilo.


Verborreado por electrofracote às 21:36 |




Fotos



(disponíveis aqui)


Verborreado por nuno às 10:00 |




^



 © g17a 2005 - Adaptado de Blogger Templates for Blogger