+

30 novembro 2005

Fernando Pessoa morreu há 70 anos

Só comecei a conhecer Fernando Pessoa há cerca de 5 meses quando me ofereceram o Livro do Desassossego. Até então não o conhecia nem queria conhecer. Afinal ele é um poeta e eu não gostava de poesia. E ainda não gosto de poesia. Eu gosto de Fernando Pessoa!
Li muito pouco do Livro do Desassossego mas o que li fez-me perceber que este será o melhor livro que vou ler em toda a minha vida, e por isso estou a adiar. Mas às vezes não resisto e abro o livro numa página ao acaso e fico sempre com a impressão que era justamente aquela página que eu devia ler. É uma coisa quase religiosa e eu fico contente só por saber que houve alguém que parecia ter todas as respostas.

Apetece-me dizer "Não descanses em paz! Desassossega-te, sempre!"


Verborreado por Senhor_do_Mundo às 12:38 |




29 novembro 2005

Rosa

A pedido do membro mais recente do grupo português para a física do quark top aqui vai a versão pirosa:



P.S.: a palito é de tal forma tão recente que o nome ainda não aparece aqui. Actualizaremos a lista quando ela se mudar para o E11.


Verborreado por electrofracote às 22:03 |




(tele)visão curta

Não vejo televisão há uns meses. Não tenho tempo. Consigo ver os serviços informativos à hora do pequeno almoço e, às vezes, faço zapping. Mas no Domingo vi! Estava eu a ler um jornar depois do almoço com a televisão ligada e volta e meia punha-me a olhar para a caixa.

A certa altura passaram o novo vídeo da Madonna. Consegui perceber porque é que o Borat (esse jornalista fantástico do Cazaquistão) disse o que disse na abertura do festival da MTV em Lisboa: "It was very brave of MTV to start the show with a transvestite." A mulher parecia mesmo um travesti. Era mais homem do que o Fernando Pereira a imitá-la!

Mas se eu achava que isto só me espantava porque, pura e simplesmente, eu não vejo televisão, pior fiquei quando reparei na série que estava a começar. Era do tipo:
- Ups!, este tipo morreu.
- E agora? Não há prova nenhuma! Como resolver?
E andam ali às aranhas até que, de repente, alguém se lembra de dizer uma treta qualquer do género:
- Epá! o Benfica empatou...
- É isso pá! Obrigado! A cara do assasino ficou registada na película instalada na nova câmara fotográfica da Eastman Kodak Company que o tipo que foi morto a tiro transportava!
- Agora que conhecemos a cara do assassino podemos contactar Denver para saber quem ele é.
- Pois, mas a resposta por telégrafo demora muito tempo.
- Acabaram de instalar um telefone na aldeia, podemos fazer chamadas de longa distância e falamos com Denver imediatamente!

Pois é... a acção passa-se durante a década de 80... do séc. XIX! E é tal e qual outra série, da qual consegui ver apenas um episódio inteiro, de nome "CSI". Em ambas, os episódios são aos soluços: não se passa nada durante dez minutos, não conseguem sair daquele impasse e de repente as provas aparecem do nada, cai mais uma personagem do céu, acontece algo que não está relacionado com mais nada da acção (mas que se revela fundamental). É o mesmo estilo, mas com cowboys...

A evitar pelo estilo, mas a não perder pelas inovações e tecnologia (he he). Chama-se "CSI Cowboys", perdão, "Cowboys e Detectives" e passa na SIC Radical.


Verborreado por electrofracote às 21:20 |




Propaganda (2)



Verborreado por nuno às 12:36 |




Propaganda (1)



Verborreado por nuno às 12:34 |




28 novembro 2005

E com isto dou o Verão 2005 por encerrado

Tenho o prazer de informar todos os eventuais interessados que as fotos da Alemanha e de Budapest já se encontram disponíveis.


Verborreado por nuno às 11:37 |




25 novembro 2005

30 anos de Brigada Victor Jara



Estes meninos estão de parabéns. Comemoraram ontem, em concerto no TGV (ao preço a que estão os bilhetes para estudante, ainda se justifica o "A"?), os seus 30 aninhos. E a festa foi bem bonita!


Verborreado por nuno às 15:28 |




23 novembro 2005

Ponte da Barca


Está aqui a ponte... a Barca afundou-se...


Verborreado por Olivia_palito às 17:54 |




21 novembro 2005

10h30

Hoje estou a bater o meu record de permanencia no fundo da mina... Viemos para baixo no elevador das 9h, e ainda por aqui estou!
Hoje estivemos a esvaziar o zeplin2 (40kg de xenon), e correu bastante bem! Fomos bastante mais rapidos do que estavamos a espera, e ainda fizemos uma medida do tempo de vida do xenon! :) Agora estamos so a transferir um resto de xenon que ainda estava na garrafa 1 para a garrafa 2, antes de irmos embora. Claro que isto para voces e mais ou menos chines, mas acho que e mesmo para isto que serve o blog: partilharmos as experiencias de vida!
Resumindo as minhas experiencias aqui na mina, ja fiz um enchimento do zeplin2 (quando ca estive em Outubro), ja fiz medidas de varios tipos, e ja o esvaziei. Posso dizer que tem sido proveitoso e que, finalmente, me sinto um fisico experimental! :)
Um grande abraco para todos, debaixo de 1.1km de terra


Verborreado por Alexandre Lindote às 19:29 |




17 novembro 2005

RTquê?

Na secção Últimas do sítio da RTP aparecia o seguinte título duma notícia:

2005-11-17 21:15:39
Forte sismo de 6,8 de magnitude causa o pânico no norte do país

Epá! Lá se foi Bragança... Vamos é ver a notícia:

Forte sismo de 6,8 de magnitude causa o pânico no norte do país
Um forte sismo que atingiu 6,8 de magnitude na escala aberta de Richter causou hoje o pânico em várias cidades das regiões chilenas de Antofagasta, Tarapacã e Atacama, no norte do país, revelaram fontes oficiais.
(...)

E esta, heim!


Verborreado por electrofracote às 21:35 |




14 novembro 2005

Eles andem aí...



Verborreado por electrofracote às 17:52 |




Paris, Paris...

Meus caros e prezados amigos...

Peço desculpa pela minha prolongada ausência mas só agora tive acesso condigno à net.
Devo dizer que nada tenho a ver com os distúrbios das semanas transactas. No entanto, tenho pena...

Por aqui a coisa vai andando. Não tanto como eu queria pois está frio e eu estou longe de tudo. Estou a morar em Saint Denis...

A partir de hoje penso estar mais ligado ao blog. Por outro lado o trabalho é muito mais do que era aí! Não se esqueçam que eu soi caloiro nesta merda...


Verborreado por Luis Silva às 15:45 |




Intimação

Venho, por este meio, intimar o sujeito que hoje, dia quatorze de Novembro do corrente ano, adquiriu um instrumento cujo objectivo é o de gravar imagens paradas obtidas num certo instante, que faça proveito de tal aquisição e se digne a expô-las no sítio em questão (vulgo este denominado "blog").

Sem mais para acrescentar,
Subscrevo Atentamente,
Olivia_palito


P.S.-Por outras palavras: Oh Fracote, então e fotos tiradas pela tua máquina nova? Que coisa, és sempre o mesmo atraso!!!!!!


Verborreado por Olivia_palito às 14:37 |




De volta!

Sim é verdade pessoal... tou a fazer outra vez umas posta! Aposto que já estão dar pulos de alegria! ;) E como, apesar de preguiçoso, gosto de ser coerente, vou manter o meu estilo pessoal e fazer uma posta múltipla. Portanto cá vai:
  1. Não tenho bem a certeza (e também não tenho a paciência para vasculhar os meandros dos arquivos secretos do blog) mas acho que já noutra ocasião tinha feito uma posta sobre uma bd e que já nessa altura tinha feito o discurso habitual em defesa desta forma de arte tantas vezes desprezada... por isso vou directo ao assunto: Lone Wolf and Cub. Esta bd, inicialmente publicada nos anos 70 no Japão, é das melhores coisas, dentro do género, que já li nos últimos tempos! Ao longo de mais de 8700 páginas (não... ainda não li tudo) conta-nos a saga de um samurai caído em desgraça e que, acompanhado pelo seu filhote, adopta uma carreira de assassino profissional. Um dos pontos de maior interesse será porventura o retrato, ao que parece bastante fiel, do Japão feudal. Recomenda-se vivamente e são só (?!) 28 volumesna versão em inglês publicada pela Dark Horse Comics (cá em Coimbra podem adquiri-los, por exemplo, na Bdmania).
  2. Não sei se haverá grandes apreciadores do género na população nativa deste blog mas... pensando bem também não me parece que haja muitos apreciadores de bds e isso nunca me impediu, por isso cá vai: ontem vi um filme que infelizmente perdi no cinema e só agora tive oportunidade de ver e... adorei! Land of the Dead do George Romero, um dos mestres dos filmes terror é espectacular, isto para quem gostar do género filme-em-que-toda-a-gente-se-transforma-em-zombie. Aviso: contém imagens potencialmente chocantes, mas também não se esperaria outra coisa dum filme chamado "Land of the dead".
E bom por hoje é tudo. Daqui a meio ano volto a fazer um post.


Verborreado por jmoreira às 10:10 |




11 novembro 2005

Os velhos

Sei que com esta posta vou parecer intolerante, preconceituosa e até mesmo má, mas tentem compreender, isto é o meu dia-a-dia, e as situações não se alteram muito.
Ando todos os dias de autocarro. Os que servem a minha zona já têm mais de 15 anos (ainda me lembro deles novos!) e todo o peso dos kilómetros que percorreram... cheiram mal, os bancos são casa permanente de todo o tipo de bactérias dinossáuricas, as janelas bassas e as portas já só manualmente fecham. As pessoas que os frequentam são... os velhos. Hoje reparei que num autocarro preenchido a metade, eu era a única que tinha menos que 50 anos... sem exagero, meus caros. E temos aqui o começo da desgraça...
Um autocarro cheio de idosos é tipicamente um autocarro... fechado!! Completamente fechado!! Janelas, mal eles se sentam, são fechadas, todas, claraboias também e portas, se têm frestas é o fim da macacada e há sempre alguém que vai o tempo todo a reclamar! É tão certo como os impostos!! E não estou a falar só no Inverno... não! Verão também não escapa, Primavera, plena tarde também não! É assim! Mais de 60 anos implica que não se possa ter uma janela aberta, nem que se esteja no outro extremo dela!
A disposição no autocarro é: primeira metade do autocarro, cheia, a apinhar... segunda metade do autocarro... vazia... só com um ou dois jovens que conseguiram passar a primeira metade ilesos! E se uma pessoa com menos de 70 anos resolve sentar-se na primeira metade (já se vê que a razão do enchimento é que os velhos se recusam a andar mais um metro para se sentar mais à larga...)? Eu digo: é o fim da macacada!! Primeiro vêem os olhares fulminantes. Depois o comentar com as comadres que esta geração não tem remédio, que no tempo deles é que havia respeito. Depois é o debate aberto a toda a população idosa sobre aqueles jovens que têm saúde e força nas pernas e que deviam dar lugar aos mais velhos. Aí o visado claro que já não aguenta mais... levanta-se e diz à velhinha que se pôs mesmo em cima dele, apesar de logo a seguir haver um espaço livre "pode sentar-se!..." ao que a velhinha responde " Ah, não meu filho, deixe estar... está bem, Deus lhe pague!" e o visado se senta num dos 20 bancos livres mas mais atrás!
E depois há os "habitués". Esses é que são impossíveis! São velhos que têm o lugar marcado. Sentam-se sempre no mesmo lugar. Sempre. Sempre. Dizem que é o melhor lugar, que as velhas pernas deles não aguentam que têm que ter aquele lugar mas se for o logo ao lado, não, não pode ser!! Tem que ser aquele! Chegam à situação macaca de o autocarro estar vazio, mas se aquele lugar está ocupado, eles passam o percurso todo em pé!! Claro, a reclamar, a mandar vir, a gritar (incrível, têm sempre força para gritar!). A sério! Já vi essa situação várias vezes!! Não se detêm perante nada, nem perante os mais velhos ainda. E se se encontram dois habitués do mesmo lugar, aí sim, a coisa torna-se feia! Felizmente aparece a minha paragem nessa altura!
E ainda há aqueles velhos mesmo velhos (homens) que acham que podem ir em pé, que aguentam qualquer travagem... então, entram no autocarro, o motorista espera que ele se sente, mas o senhor fica em pé, agarrado ao poste com ar altivo. Então pronto. O autocarro avança. Só que para outra vez, porque entretanto o velhinho cai e há gritos e ordens que o senhor caíu, Ai Minha Nossa Senhora que se matou! E aí, mas só aí, o senhor lá resolve sentar-se a praguejar que o motorista é um bruto e não tinha nada que arrancar daquela maneira... o que vale é que os motoristas são surdos..
E depois, na altura de saírem é uma inquietação. Passam os primeiros 10 segundos a gritar parados (e o autocarro também parado) "Ai espere aí, oh senhor que eu tenho que descer devagarinho!" E desce... devagarinho, e eu percebo, os degraus daqueles autocarros são estupidamente altos... e continua a descer... e a repetir "oh senhor espere aí que ainda não está...". Depois a 5 segundos de estar totalmente fora do autocarro, põe a cabeça para dentro, para e grita "obrigado , oh senhor, mas ainda não feche a porta" e depois, já totalmente fora, cabeça outra vez dentro e "obrigado, oh senhor". E aí, tem q tirar a cabeça rapidamente, que o motorista fecha-lhe a porta no nariz...
Não há paciência. Estes episódios não me aconteceram só uma vez... é sempre!! Sempre!E desculpem se feri susceptibilidades...


Verborreado por Olivia_palito às 17:07 |




10324

Vocês olham para este título e o número e não vos diz nada, certo?
Pois a mim também não! Ou melhor, não dizia nada até à 5 minutos atrás!
Altura em que descobri que este é exactamente o número de dias que tenho de vida!!! :)
Impressionante, não é? Como o tempo passa depressa...

Se quiserem saber há quantos dias por cá andam, façam download desta coisa, abram com o calc do OpenOffice (ou até com aquela coisa semelhante que há para windoze) e descubram...
Ah!, e façam a lista aqui nos comentários, para todos ficarmos a saber... :)


Verborreado por Alexandre Lindote às 15:01 |




Parabéns a você!

Hoje a nova habitante do g17a, Sónia, faz anos!!
Parabéns à aniversariante :)
Como prenda, que tal convidá-la para o blog?


Verborreado por Su7 às 14:32 |




10 novembro 2005

Já que querem postas...

Acabaram de me pedir postas. Bom, aproveito então para pedir ao fundador do Cristianismo, que emigrou recentemente para França, que diga de sua justiça: chegaste bem? estás vivo? Já te ambientaste?


Verborreado por alphace às 17:30 |




Então pá!? Isto morreu?



Verborreado por electrofracote às 07:54 |




05 novembro 2005

Mais um convite musical

Venho por este meio convidar os bloguistas interessados para um concerto, a realizar amanhã, dia 6 de Novembro, na Igreja Matriz de Vouzela, às 17h30m, onde poderão ouvir-me a desafinar a execução do Requiem de Gabriel Fauré, para côro e órgão, além de 3 motetes de Maurice Duruflé.


Verborreado por alphace às 18:27 |




03 novembro 2005

Auto(carros)!

Desculpem o desabafo, mas estou mesmo irritado!
Hoje que, pela primeira vez em vários dias, me consegui levantar cedo, estive 25 min à espera do autocarro!!! E depois querem que as pessoas usem transportes publicos!
Um percurso que se faz em 10 min de bicicleta ou até 25 min a pé, demorou-me hoje 50 min!!!
Enquanto não houver coragem para criar vias realmente reservadas a autocarros (e, já agora a bicicletas, mas isso é conversa para outra posta) e punir os condutores que não as respeitam, vamos continuar com esta situação. É uma verdadeira pescadinha-de-rabo-na-boca... As pessoas andam de carro porque os transportes publicos não têm qualidade nem são regulares, e como mais pessoas andam de carro os autocarros apanham mais transito e andam mais atrasados!


Verborreado por Alexandre Lindote às 12:10 |




^



 © g17a 2005 - Adaptado de Blogger Templates for Blogger